Cirurgia refrativa: fazer ou não fazer?

A cirurgia refrativa pode causar problemas como olho seco e visão embaçada em alguns casos.

A cirurgia refrativa, ou cirurgia a laser, é uma técnica que visa curar as principais deficiências oculares: miopia, astigmatismo, hipermetropia e presbiopia.

Esse procedimento se popularizou nos últimos anos, com a promessa de as pessoas abandonarem para sempre seus óculos de grau ou lentes de contato. Mas nem sempre é assim.

São comuns os casos em que a deficiência ocular volta passados alguns anos da cirurgia. E isso acaba frustrando muitos pacientes, já que a maior parte dos procedimentos não é coberta pelos planos de saúde, e o investimento é alto.

Mas o custo da cirurgia refrativa não é o principal problema.

Em 2013, a FDA (Food and Drug Administration – que controla remédios e alimentos nos Estados Unidos) abriu uma sindicância para reavaliar os resultados da cirurgia refrativa, checando até que ponto ela é realmente benéfica.

Isso porque um grande grupo de pacientes procurou a entidade alegando queixas contra o procedimento. Eles reclamavam que, após passar pela cirurgia, passaram a sofrer com sintomas como olho seco e visão embaçada.

COMO É FEITA A CIRURGIA REFRATIVA

A cirurgia refrativa utiliza o laser para remodelar a córnea, alterando o ponto em que o olho foca os objetos. O cirurgião corta a camada mais superficial da córnea, e em seguida recria o seu formato ideal com o laser.

Essa alteração na córnea é feita para que a luz passe a incidir perfeitamente sobre a retina.

OLHO SECO

A principal complicação da cirurgia refrativa é o olho seco. Um grande número de fibras nervosas que passam pela córnea é cortado durante o procedimento, afetando a produção de lágrima.

Além disso, a remodelagem da córnea altera a distribuição do fluido lacrimal. Por isso, pode-se afirmar que 100% dos pacientes irão apresentar olho seco depois da cirurgia refrativa.

Na maioria dos casos, os nervos se regeneram entre 3 e 6 meses, eliminando os sintomas. O problema é justamente os casos em que os nervos não se regeneram totalmente, tornando o problema de olho seco permanente.

CONTRAINDICAÇÕES DA CIRURGIA REFRATIVA

Além das pessoas que já sofrem com sintomas de olho seco, a cirurgia refrativa não é indicada em casos de:

– Ceratocone;

– Ambliopia;

– Doenças sistêmicas autoimunes;

– Diabetes;

– Catarata;

– Glaucoma;

– Herpes ocular.

Se você está pensando em fazer a cirurgia refrativa, consulte um especialista para avaliar a fundo o seu caso, e decidir se o procedimento é ou não indicado para o seu problema e perfil ocular.

CONHEÇA AS LENTES DE CONTATO AVEO

Curta o melhor da vida com as lentes de contato AVEO!

Conheça nossa tecnologia e design inovadores e saiba por que todo mundo está usando.

Saiba mais sobre nossos produtos aqui: http://aveovision.com.br/produtos/

Consulte seu oftalmologista e faça um teste.

Fonte:

https://saude.abril.com.br/bem-estar/cirurgia-ocular-vale-a-pena-fazer/

http://www.ricardomartin.com.br/blog/contraindicacoes-da-cirurgia-refrativa/